Gang do Limão
.

Este Fórum é dedicado a todos aqueles que gostam de motas e principalmente de convívio. Todos são bem vindos!!!

Para acesso TOTAL ao fórum tens de efectuar um registo.

Entra e diverte-te por cá !!!!


Gang do Limão

Vermeulen explica ida para a Kawasaki

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Vermeulen explica ida para a Kawasaki

Mensagem por Pardal em Qua 07 Out 2009, 12:36

De regresso ao Mundial de SBK após quatro temporadas no MotoGP, Chris Vermeulen dá um passo arriscado, tendo assinado pela Kawasaki para pilotar uma moto cujos resultados no Mundial – ao contrário do que se tem passado em Supersport – estão muito longe do que é exigido a um construtor com os pergaminhos “racing” da Kawasaki.

O australiano, recorde-se, foi Campeão Mundial de Supersport em 2003 com a Ten Kate Honda, subindo com a equipa holandesa na estreia desta em SBK, em 2004, e sendo Vice-Campeão em 2005. Neste curto trajecto, Vermeulen conseguiu 23 pódios, entre os quais dez vitórias. Em MotoGP, conta apenas com um triunfo.

A participação da Kawasaki no Mundial de SBK continuará a ser assegurada pela Paul Bird Racing, que se estreou este ano a gerir as ZX-10R oficiais, no lugar da PSG-1, e já se sabe que Makoto Tamada foi dispensado, ao cabo de dois anos sem resultados minimamente satisfatórios – e várias lesões na corrente temporada.

Segundo o responsável pelo Departamento Desportivo da Kawasaki Motors, Ichiro Yoda, “Chris tem o apoio total da fábrica para a próxima época, e com o projecto que estamos a desenvolver juntos, acredito que seremos muito competitivos em 2010. Vamos evoluir passo a passo, e já temos previsto um programa de testes bastante “pesado”, de modo a fazer justamente isso”.
Entrevista Chris Vermeulen
- Quais foram os motivos que o atraíram na parceria com a Kawasaki, uma vez que esteve também em contactos com outros construtores?
Chris Vermeulen - “falei com Yoda-san, e ele convenceu-me que a Kawasaki está preparada para disponibilizar bastantes recursos e dedicação, com o objectivo de vencer o Mundial de SBK. É isto que eu quero: competir e vencer corridas.”
- Conhece bem as pessoas na equipa?
C.V. – “conheço o Paul Bird de quando corria em Inglaterra, mas não conheço os restantes muito bem. Sei que formam uma boa equipa, e estou ansioso por começar a trabalhar com eles. Conheço algumas pessoas que estavam no Team Kawasaki de MotoGP, e que estarão a trabalhar connosco em 2010”
- Quando terá a primeira oportunidade de testar a Ninja ZX-10R?
C.V. – “Eu esperava conseguir rodar com a moto nos testes de Portimão, após a corrida, mas a minha actual equipa não me quer libertar do contrato até ao final da presente época de MotoGP, o que é compreensível. Por isso o meu primeiro contacto com a moto deverá ser em Autopolis, no Japão, a 18 e 19 de Novembro.”
- Yoda-san falou de um extenso programa de testes. O que pensa disto?
C.V. – “Estou muito contente com isso. Actualmente, há tantas limitações para testar em MotoGP que, por vezes, quase nos esquecemos do que é pilotar uma moto, de tanto esperar… O programa provisório que temos prevê seis ou sete testes, por isso mal posso esperar para começar.”
- Pensa que a experiência em MotoGP vai ajudá-lo a fazer uma melhor transição para as modernas SBK, devido ao aumento da electrónica, etc?
C.V. – “Certamente. A Kawasaki sabe que a minha experiência em termos da electrónica irá ajudar no desenvolvimento da moto.”
- E voltar ao ritmo de fazer duas corridas num dia, irá afectar o seu regime de treinos?
C.V. – “Acho que terei de alterar o meu programa de treinos um pouco, mas o principal é que eu adoro correr, e como vou ter duas corridas por dia, vou divertir-me muito mais.”
- A que circuitos, onde não passa o MotoGP, está mais ansioso por regressar?
- C.V. – “Tenho saudades de correr em Imola, e Monza também é um circuito especial. Gostava também de voltar a Kyalami, apesar de não correr lá há muito tempo. Também terei alguns circuitos totalmente novos para mim, casos de Miller e Portimão, mas eu estou ansioso por correr neles todos.”
- O que é, para si, uma meta realista em 2010?
- C.V. – “É difícil de dizer, antes de ter oportunidade de pilotar a moto, mas como piloto o meu objectivo principal é tentar ganhar corridas. Penso que devemos começar pelo objectivo de estar no “top 5” em todas as corridas, e a partir daí logo veremos”.



Fonte: Kawasaki Europe
avatar
Pardal
Viajante
Viajante


http://www.myspace.com/miguelcbr

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vermeulen explica ida para a Kawasaki

Mensagem por Shinya Nakano em Qui 08 Out 2009, 23:56

É um Piloto bastante Promissor a ver vamos, mas ainda não vai Correr em Portimão em Outubro
avatar
Shinya Nakano
Viajante
Viajante


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum